5 de agosto de 2012

“E o destino, você ainda acredita nele? Porque eu mesmo cansei. É, cansei mesmo. Cansei de esperar. Cansei de acreditar. E cansei ainda mais de amar. Cansei de tudo. Quer dizer, não cansei de mim. De mim não. E foi depois de cansar de todo o resto, menos de mim, que eu percebi que tem uma única pessoa que eu amo demais, uma única pessoa que eu quero demais, uma única pessoa que me faz a pessoa mais feliz do mundo. Sabem quem é? Sou eu. Pois é, eu mesmo.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário